Jaques Wagner é suspeito de receber doações de campanha por meio de caixa 2

Ainda de acordo com a coluna, Wagner raramente poderá ser punido com prisão, mesmo sendo este crime previsto no Código Eleitoral.

 

O ex-ministro e ex-governador da Bahia Jaques Wagner (PT) virou alvo de investigação em inquérito que trata sobre caixa 2, em  doações para campanha eleitoral. A informação foi divulgada pela coluna Satélite.

A investigação contra o petista teria inciado com base nas delações da Odebrecht à Operação Lava Jato. Com isso, o caso passou a tramitar no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), onde há dois caminhos: a Corte pode tornar Wagner réu ou arquivar a denúncia.

Ainda de acordo com a coluna, Wagner, que atualmente é secretário de Desenvolvimento Econômico do estado, raramente será punido com prisão, mesmo sendo esse crime previsto no Código Eleitoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *